Biolokos

Em Outubro de 2001 um grupo de "crianças" do secundário foi praxado na FCUL. Em Janeiro de 2005 surge o Blogspot desta geração de Biólogos que, certamente, conquistará o mundo. Este é o nosso diário.

agosto 23, 2006

Saudade

Foleiro é começar um texto sobre saudades re-explicando, pela milionésima vez, que "saudade" é a tal palavra que só existe na língua portuguesa. Eu não só acabei de usar essa foleirice como tentei iludir quem lê o texto como a ideia de que ia ter uma introdução mais original. Agora já está.

Tenho saudades de muitas coisas. E sentir saudade é querer estar lá outra vez mas agora sabendo que se tornará uma memória. Gosto de contornar esse sentimento fazendo algo muito simples: quando estou a ter prazer nalguma coisa, nesse preciso momento imagino que já me estou a recordar dele. Imagino que já passaram muitos anos e eu estou a desejar estar ali. E estou mesmo. Curiosamente, todas os momentos em que fiz isso acabaram por não se tornar nas memórias que mais prezo. Sentir saudades é isso mesmo, sentir que já não se pode fazer uma coisa boa.

Às vezes tenho saudades de momentos que na altura achava banais. Tenho tido muitas saudades de Londres (saudades que eu antevi quando ainda me custava lá viver!). Saudades do avião cubano preso na minha janela. Saudades de andar ao longo do Tamissa depois de ter desistido de entrar numa festa brasileira e sentir-me mais aliviado assim. Saudades da primeira viagem de autocarro no lado esquerdo da estrada e de achar que tudo era tão diferente. Saudades dos esquilos. Saudades de ruas em sitios que não me lembro exactamente onde são. Saudades de achar que um dia de sol era a melhor coisa do mundo. Saudades do autocarro numero 7. Saudades de ser o unico que não conseguia dormir no autocarro numero 7. Saudades do cheiro a gato entranhado no hall de entrada da casa dos portugueses em Hammersmith. Saudades de desejar viver longe de East Acton. Saudades de East Acton. Saudades das pipocas queimadas. Saudades da primera viagem de avião. Muita saudade.

Pensar nisto é como fazer cócegas no céu da boca com a lingua.

2 Comments:

At 1:00 da tarde, Blogger paddy said...

estava a paxar p aki i gtei dexta parte.talvex pk xauddx é uma coisa k xinto tdx ux diax..plo k pxbi vivex em londrex ou kk koisa axim. k xorte=) dava td pa ir a londrex...

 
At 3:32 da tarde, Anonymous rocha said...

Medo!!!

 

Enviar um comentário

<< Home